Um olhar interior...

Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

 

 "Desde que existe a morte, imediatamente a vida é absurda. Sempre pensei assim." 

                                                                                                                                           Amália

 

23 de Julho de 1920

6 de Outubro de 1999

 

 

Saudades de Amália

 

 

 

 

 

Gosto de te Ver Assim

Gosto de te ver assim
Gosto de ti ao meu lado
Mas tu não gostas de mim
E andas muito afastado

Gosto de te ver assim
Com qualquer coisa no rosto
A dizer-me que é por mim
Que andas assim bem disposto

Gosto de ter ver assim
A fingir não entender
O sofrimento ruim
Da doença de te querer

Gosto de te ver assim
Mas gostava ainda mais
Que esse assim fosse por mim
Ai Amália, aonde vais...

Amália Rodrigues

publicado por AIMSF às 10:17
link do post | comentar | | | favorito

Bonita homenagem!! : )
Beijocas
complicadinha a 6 de Outubro de 2009 às 10:55

Amália deve ser recordada com muito carinho!!!

Os seus poemas são muito verdadeiros e revelam sentimentos que ela própria viveu e deu-lhes tiveram mais valor , quando cantados e interpretados, com a sua voz inconfundível.

Obrigado pelo teu comentário aqui no meu blog!
^
Beijinhux

Ana Fernandes- Aimsf
AIMSF a 6 de Outubro de 2009 às 13:20


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
16
17

18
19
22
24

25
26
28


CURRENT MOON
free counters

blogs SAPO


Universidade de Aveiro