Um olhar interior...

Domingo, 26 de Abril de 2009

 

Quando amanheces,logo no ar,
se agita a luz sem querer,
e mesmo o dia,vem devagar,
para te ver.
E já rendido,ver-te chegar,
desse outro mundo só teu,
onde eu queria, entrar um dia,
p'ra me perder.
p´ra me perder, nesses recantos
onde tu andas, sozinha sem mim,
ardo em ciúme desse jardim,
onde só vai quem tu quiseres,
onde és senhora do tempo sem fim,
por minha cruz, jóia de luz,
entre as mulheres.
Quebra-se o tempo, em teu olhar,
nesse gesto sem pudor,
rasga-se o céu, e lá vou eu,
p´ra me perder.
P´ra me perder, nesses recantos
onde tu andas sozinha sem mim,
ardo em ciúme desse jardim
onde só vai quem tu quiseres
onde és senhora do tempo sem fim,
por minha cruz, jóia de luz
entra as mulheres...

 

 

 

Paulo Gonzo

publicado por AIMSF às 03:13
link do post | favorito

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12

21
23

27


subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro