Um olhar interior...

Sábado, 4 de Julho de 2009


Cavalo à solta

Minha laranja amarga e doce
meu poema
feito de gomos de saudade
minha pena
pesada e leve
secreta e pura
minha passagem para o breve breve
instante da loucura.

Minha ousadia
meu galope
minha rédea
meu potro doido
minha chama
minha réstia
de luz intensa
de voz aberta
minha denúncia do que pensa
do que sente a gente certa.

Em ti respiro
em ti eu provo
por ti consigo
esta força que de novo
em ti persigo
em ti percorro
cavalo à solta
pela margem do teu corpo.

Minha alegria
minha amargura
minha coragem de correr contra a ternura.

Por isso digo
canção castigo
amêndoa travo corpo alma amante amigo
por isso canto
por isso digo
alpendre casa cama arca do meu trigo.

Meu desafio
minha aventura
minha coragem de correr contra a ternura.

                    José Carlos Ary dos Santos

 

publicado por AIMSF às 22:27
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Por Ti

Por Ti, deixei minha liberdade

Por Ti, esqueci a saudade

Por Ti, abraçei teu coração

Por Ti, disse não à solidão

Por Ti, voltei a amar

Por Ti,deixei de calar

Por Ti, deixei o sofrimento

Por Ti, dei meu pensamento

Por Ti, me apaixonei

por Ti, jamais renunciei

Por Ti, quis ir mais além

Por Ti, tudo é um vai e vem

Por Ti ,conquistei um novo mundo

Por Ti, saí do fundo

Por Ti, dormi e acordei feliz

Por Ti, sou o que fiz

Por Ti, aqueci as noites frias

Por Ti, decorei todos os dias

Por Ti, espalhei sorrisos

Por Ti, criei novos  juízos

Por Ti, conheci novas emoções

Por Ti, deixei novas paixões

Por Ti, cometi tantas loucuras

Por Ti, guardei todas as doçuras

Por Ti, nunca perdi a esperança

Por Ti, brinquei como criança

Por Ti, por Ti, por Ti.

 

O mundo sem Ti não é redondo, nem verde nem azul

O mundo sem Ti é uma sombra no espaço

O mundo sem Ti não é nada

 

Por TI ,o mundo volta a girar

Por Ti, o mundo volta a ter vida

Por Ti, mundo é só nosso

Por Ti estou aqui.

 

Escrevi este poema para dedicar ao  meu Mais-que-Tudo

Com Muito Amor!!!

 

Ana Fernandes- Aimsf

publicado por AIMSF às 16:57
link do post | comentar | favorito

Domingo, 3 de Maio de 2009

Todos os dias são o dia da Mãe, pois precisamos delas todos os dias.

Mãe é aquela pessoa que cuida de nós, que nos ama, nos compreende, nos ajuda sem pedir nada em troca.

A verdadeira Mãe está sempre presente.

O amor de mãe nunca morre. Quer sejamos bons ou maus filhos Ela ama-nos até ao fim.

Dedico este poema à minha Mãe, aquela que me criou e me viu crescer.

 

Mãe

 

A ti Mãe que não me viste nascer

A ti Mãe que me viste crescer.

Me ensinaste a andar

Me ajudaste a voar

 

Foste o meu apoio e continuas a ser

Minha Amiga, Mãe e dona do Saber

És a melhor de todas.

Como tu, há poucas.

 

És dedicada e carinhosa

És de longe a mais formosa.

 

Agradeço-te toda a dedicação

Naqueles momentos de aflição.

 

Obrigado não chega para te agradecer

Tanta ternura e amor.

És a minha luz guia

Que ilumina o meu dia.

 

A ti Mãe, muito muito Obrigado.

Sei que sem ti a minha vida não tinha sentido.

 

Um Beijo Grande para a minha Mãe.

 

Ana Fernandes- AIMSF

 

publicado por AIMSF às 17:15
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Cavalo à solta

Por Ti

Mãe

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro